Blog

assessoria-de-imprensa-quarenteners
Assessoria de Imprensa 09.09.2020

Assessoria de Imprensa como impulsionadora dos Quarenteners

Empresas criadas ou adaptadas durante a pandemia – as chamadas “quarenteners” – invadiram o mercado. E contam com a ajuda da Assessoria de Imprensa para ganhar escala. Saiba como.

 

Em meio à crise e às incertezas geradas pela pandemia da Covid-19, as “quarenteners” – startups lançadas em meio ao isolamento social – começam a ganhar espaço no mercado, por meio do trabalho remoto e de novas tendências comportamentais. Ao mesmo tempo em que o período de isolamento social prejudicou muitos negóciosabriu demandas de produtos e serviços até então pouco exploradas, favorecendo o crescimento das startups durante a pandemia. 

Um dos segmentos em que as quarenteners mais se destacaram foi o de inovação, já que este se mostrou ainda mais necessário com a nova realidade do coronavírus.  Prova disso, foi a entrada de 24 novas empresas no primeiro semestre de 2020, em meio à crise da pandemia, nCietec, entidade gestora da Incubadora de Base Tecnológica de São Paulo USP/IPEN, cliente do Grupo Trama em Assessoria de Imprensa há mais de 20 anos.

 

A hora é agora!

 

De acordo com Sergio Risola, diretor-executivo do Cietec, apesar da crise, o momento foi oportuno não só para startups de tecnologia, como também para startups voltadas à saúde, já que, com a pandemia, as empresas e o governo estão ampliando os investimentos em projetos de inovação e automação de serviços, principalmente para produção de equipamentos hospitalares que podem ser usados no combate ao novo coronavírus.   

pandemia aumentou também a demanda por pautas ligadas à ciência e à inovação, fortalecendo o mercado de comunicação e tornando o trabalho da assessoria de imprensa ainda mais crucial e necessáriojá que pode ajudar a munir os jornalistas com sugestões de pautas, informações relevantes e factuais de interesse público. 

Isso foi possível graças ao movimento de digitalização no Brasil que acelerou as mudanças no formato de trabalho das empresas, que precisaram passar por cima de todos os desafios na corrida contra a crise, para marcar presença no ambiente online de forma assertiva. 

 

Como a Assessoria de Imprensa pode impulsionar o negócio das quarenteners? Três dicas para começar AGORA!

 

Vamos citar, na prática, como uma Assessoria de Imprensa pode ajudar as quarenteners a impulsionar seus negócios, por meio do trabalho que o Grupo Trama fez e vem fazendo para o Cietec e para suas startups incubadas, tanto as que se originaram como quarenteners, quanto as que adaptaram seus serviços para combater a Covid-19, ou até mesmo as que ganharam escala neste período.

 

1) Comunicados Internos e Redes Sociais

Aposte na elaboração e divulgação de comunicados internos e para as redes sociais, a fim de informar seus públicos diretos e indiretos sobre as medidas de segurança, funcionamento e próximos passos a serem adotados no período de isolamento social.

 

2) Boletins Informativos

Para incentivar seus públicos a enfrentarem crise, construa boletins informativos com o objetivo de apresentar – semanalmente, preferencialmente – os destaques e soluções desenvolvidas no Brasil e no mundo para combater a pandemiabem como trazer informações relevantes para sua audiência, ex.: editais, medidas das autoridades de interesse das empresas, tecnologia, saúde, inovação, além das suas próprias iniciativas para apoiá-las. Quer um exemplo? Conheça o “A Pauta É“, boletim informativo desenvolvido pelo Grupo Trama para seus clientes e parceiros.

 

3) Aproveite o interesse da Imprensa 

Aproveite o momento de foco na inovação e na ciência pela imprensa e sociedade em geral, e reforce a divulgação das soluções desenvolvidas pela sua empresa, por meio de sugestões de pautas, de fontes e de press releases para a imprensa, aumentando sua visibilidade e colocando sua marca no radar da imprensa.

 

Cases de Sucesso

 

Conheça algumas das quarenteners do Cietec que se destacaram no mercadoneste período de pandemia, com o impulsionamento da Assessoria de Imprensa. 

 

TissueLabs, startup que atua na fabricação de órgãos e tecidos em laboratório, direcionou toda sua equipe científica para o desenvolvimento de uma plataforma que permite estudar a Covid-19 no epitélio pulmonar, um dos tecidos mais afetados pela doença, ao que tudo indica até agora. Chamada de MatriWell™, o produto está sendo distribuído gratuitamente para pesquisadores que estudam o novo coronavírus, permitindo que sejam personalizados o tipo e a origem das células usadas. 

 

Omni-electronica ampliou as funções de seu dispositivo, que monitora todos os principais parâmetros relacionados à qualidade do ar, em ambientes fechados, como hospitais, para ser um indicador do risco de contaminação por meio de bioaerossóis para que os responsáveis possam gerir a infraestrutura predialO procedimento de detecção da presença do vírus envolve coleta de amostra e análise laboratorial. 

 

Arthur Aikawa, CEO da Omni-electronica, acredita que qualquer crise é um momento de reorganização da economia e de surgimento de grandes oportunidades. Para ele, capturar valor é essencial que as competências de uma startup sejam mapeadas, moldadas e, em muitos casos, pivotadas para novas soluções. 

 

Contudo, até aqui só resolvemos metade do problema já que o resultado traduzido em crescimento só surge se esta solução for comunicada de forma eficaz e eficiente. O auxílio profissional de comunicação é, nesse momento, seu maior aliado para garantir que sua solução chegue ao público correto com o formato adequado.” 

 

 

E agora, ficou claro o potencial do trabalho de Assessoria de Imprensa? Espero que sim, pois, certamente essa comunicação estratégica também será uma aliada essencial na recuperação das organizações pós-Covid-19, mostrando como as empresas, vão se reerguer na retomada das atividades de forma inovadora e, por meio da voz de seus líderes.   

 

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário