Blog

Marketing Digital 11.02.2020

Métricas de Vaidade: cuidado, elas podem te enganar!

Os Influenciadores Digitais que você está selecionando possuem muitos seguidores nas redes sociais e o número de curtidas é alto. Mas são essas as métricas que você deve ficar de olho? Conheça as Métricas de Vaidade e saiba como elas podem ser perigosas!

 

Se você está pensando em implementar uma ação de Marketing de Influência para criar uma ponte entre sua marca e o público por meio do relacionamento com influenciadores digitais, já deve saber que para ter certeza de eficácia, é necessário saber previamente se os perfis selecionados possuem chances de trazer resultados positivos ao seu negócio e influenciar o seu público-alvo na tomada de decisões.

Então, você começa a fazer as análises das redes sociais:

  • as postagens dos escolhidos têm mais de 50 mil curtidas;
  • 80 mil visualizações;
  • as contas têm mais de 500 mil seguidores.

Uau!, será uma excelente campanha, não?

Não necessariamente!

Esses podem ser os indicadores mais conhecidos e até mesmo os mais utilizados para indicar o impacto de uma ação. Mas, as chamadas métricas de vaidade, podem te guiar por um caminho perigoso de análise!

 

O que são Métricas de Vaidade?

As Métricas de Vaidade são aquelas que por vezes mensuramos, mas não servem para entender o alcance efetivo, muito menos elaborar estratégias assertivas. Ou seja, elas medem apenas quantidade, mas não qualidade.

Isso não significa que você nunca irá utilizá-las, mas é importante não se apegar a elas ao selecionar  influenciadores digitais.

 

metricas-vaidade-o-que-sao

 

Quais são as métricas de vaidade?

Abaixo, listo algumas das principais métricas de vaidade para você tomar cuidado ao elaborar sua estratégia de marketing de influência:
Total de seguidores do perfil

Um número alto de seguidores não significa um bom engajamento, afinal, hoje em dia, existem inúmeras possibilidades que permitem a compra de seguidores, portanto, é preciso garantir a veracidade.

Existem algumas ferramentas que analisam o ganho de seguidores ao longo de determinado período. Em caso de picos, suspeite. Também é possível fazer isso manualmente, embora a precisão seja reduzida. Basta analisar com regularidade as redes sociais do influenciador para perceber possíveis inconsistências, como perca ou ganho repentinos;
Likes

Assim como no tópico anterior, também é possível comprar likes. Mais do que isso, um like não significa engajamento. É comum que usuários rolem o feed e curtam o que aparece ou algo que acharam interessante no momento
Compartilhamentos

Provavelmente você já compartilhou um vídeo ou post de um seguidor que não acompanha, mas que apareceu na sua timeline por meio de outra pessoa, então, você se identificou e passou a informação para frente. Pense que outras milharas de pessoas fazem o mesmo. Além disso, existe a possibilidade de a ação ter sido feita por razões negativas, então, antes de se preocupar com o número, monitore o que foi dito no compartilhamento;
Número de visualizações

Enquanto espectadores, não temos a possibilidade de verificar se os vídeos de determinado influenciador foram inteiramente assistidos, logo, o número de visualizações não garante que o usuário tenha chegado ao fim e se engajado com o conteúdo;
Comentários

O número de comentários em si não é relevante. Antes, observe como são. O que os seguidores estão falando? Engajam-se, de fato, com o conteúdo publicado ou apenas enviam emojis e comentários como, por exemplo, “lindo” e “adorei”?

 

Concluindo…

De fato, não podemos negar que as métricas de vaidade até possuem sua importância, mas não revelam os números reais do influenciador digital e não devem embasar toda a análise para realizar sua campanha.

Se você se preocupa apenas com esses resultados, pode cair em uma grande furada. Portanto, defina quais são os seus objetivos de marketing e comunicação para, então, escolher que métricas melhor se encaixam.

 

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário