Blog

influenciadoras-digitais-empoderamento-feminino-dia-da-mulher
Marketing de Influência 03.03.2020

Dia da Mulher: 4 Influenciadoras Digitais que você precisa conhecer quando o assunto é empoderamento feminino

Valorização da mulher, luta contra preconceitos e autoaceitação estão entre bandeiras defendidas por 4 Influenciadoras Digitais que destaco nesse texto [e que podem ser parceiras nas suas ações de comunicação].

 

No próximo dia 8 de março celebra-se o Dia Internacional da Mulher. E pegando carona nessa data tão importante apresento uma breve análise sobre algumas influenciadoras digitais que se destacam nas redes sociais com a criação de conteúdo qualificado e bem embasado sobre empoderamento feminino, levantando questões fundamentais e propondo reflexões relevantes sobre esse tema tão representativo para nossa sociedade.

Essas influenciadoras também são conhecidas como creators, um conceito que explico melhor logo abaixo.

 

Mas afinal, quem são os Creators?

 

Os creators são influenciadores digitais conhecidos por gerar conteúdo qualificado e estruturado sobre um determinado tema, causa ou nicho de mercado, sempre de acordo com seu público e audiência. A criação de conteúdo personalizado é o foco da sua atuação nas redes sociais.

Os creators renovaram as estratégias do Marketing de Influência, pois, quando fecham parceria com uma marca, participam do processo de criação do conteúdo e planejamento da campanha visando engajar o público por meio de um trabalho autoral, no qual ele deixa sua marca pessoal.

 

Influenciadoras Digitais com Poder Feminino

 

As quatro creators listadas abaixo, que tem o empoderamento feminino como um tema comum recorrente, encaixam-se perfeitamente nesse conceito, pois ganharam espaço no universo dos influenciadores digitais pelo trabalho reconhecidamente sério, contundente e cheio de personalidade.

Se você está pensando em desenvolver alguma ação com Influenciadoras Digitais para o Dia da Mulher, não deixe de conhecer mais sobre cada uma delas:

 

Jout Jout

Julia Tolezano (@joutjout)

Quando falamos de empoderamento feminino, não podemos deixar de falar de Jout Jout. Possui mais de 2 milhões de inscritos em seu canal no Youtube, onde, com humor sátiro e ótima capacidade de argumentação, expõe temas sobre as mulheres e o feminismo de forma leve, porém, relevante e engajada.

 

Maíra Medeiros

Nunca te pedi nada (@mairamedeiros)

Com os cabelos coloridos que são sua marca registrada, o canal de Maíra no Youtube soma mais de 2 milhões de inscritos que acompanham seus vídeos sobre girl power, preconceitos, como gordofobia, e abusos nas relações pessoais e corporativas.

Em seus conteúdos aborda ainda processos de aceitação do corpo e autoestima, sempre compartilhando histórias de abuso denunciadas para incentivar a luta de direitos iguais.

 

Nataly Neri

Afros e Afins (@natalyneri)

Criadora do canal Afros e Afins, estudante de Ciências Sociais, vegana e defensora do empoderamento feminino negro, discute tema como a autoestima da mulher negra e reflexões sobre o estereótipo negro na mídia.

Nataly é embaixadora do movimento global #CreatorsForChange que oferece estrutura para que criadores produzam conteúdo engajado na plataforma visando combater discursos de ódio, racismo e xenofobia.

Com apoio do Youtube idealizou o documentário “Negritudes Brasileiras”, que trata da questão de identificação racial.

 

Juliana Romano

Entre Topetes e Vinis (@ju_romano)

Ju Romano é jornalista e dona do blog Entre Topetes e Vinis, onde fala sobre looks plus size e incentiva mulheres a serem donas da própria história e autoestima, quebrando os estigmas dos padrões de beleza. Seu canal no Youtube tem 241 mil inscritos.

Apesar de terem uma causa em comum, cada uma tem foco em temas diferentes, diferenciando seus conteúdos e possibilitando acesso a públicos distintos.

 

Se a sua marca busca se alinhar com as questão do empoderamento feminino e valorização da mulher na sociedade, esses são exemplos de creators com as quais poderiam ser realizadas boas parcerias nesse sentido.

Aproveite o Dia da Mulher – e outras datas comemorativas importantes para o seu setor/segmento – para pensar ações nesse sentido, tanto de comunicação interna quanto externa, online e offline.

 

Bônus 😉

 

Mais do que simplesmente levantar bandeiras, a ideia aqui é que você tenha estratégias de comunicação que, de fato, tragam um ganho real para a reputação da sua marca.

E sobre isso, eu quero destacar um outro texto do blog que complementa essa discussão: nele, minha colega Lori Moscatelli, fala sobre a importância de propósito entre marcas e influenciadores darem match para, juntos, conseguirem ampliar vozes e representatividade.

Dê uma lida e me conte o que achou!

 

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário

Font Resize