Blog

fake-news-comunicacao-interna-topoblog
Comunicação Interna 19.03.2019

Fake News na Comunicação Interna: Confira como combatê-la agora!

A gente sabe que a rádio peão sempre existiu, não é mesmo? Nem o melhor ambiente corporativo fica imune e é preciso identificar a circulação de fake news dentro das empresas. Separamos nesse texto seis dicas super práticas para auxiliar você a eliminar as notícias falsas da sua comunicação.

 

Fake news são boatos ou, como o próprio nome diz, notícias falsas disseminadas para influenciar e manipular a opinião pública. Conduzem o leitor a tomar decisões motivadas pela emoção, se propagam em alta velocidade e, de maneira sutil, também ocupam um espaço no ambiente corporativo tornando-se um fator de risco para a comunicação interna.

gif-fake-news-comunicacao-interna

 

Notícias falsas não são um fenômeno da atualidade. As fake news são compartilhadas sejam em veículos de comunicação ou conversas “informais”. Porém, o termo ganhou força recentemente com a variedade de canais de comunicação, principalmente, nos meios digitais, incluindo redes sociais, onde o leitor também se torna um disseminador de informações. Por isso, em todo momento é necessário questionar-se sobre a veracidade da informação recebida e compartilhada.

Seja criterioso!

Esse olhar crítico deve ser desenvolvido em todas as esferas de relacionamento, afinal, todos nós já recebemos uma mensagem com um texto emocionante ou sensacionalista sem mencionar uma fonte de credibilidade, não é mesmo? Ou quantas discussões de amigos e familiares você presenciou em grupos durante o período eleitoral?

Quanto mais polêmico for o tema, na mesma medida, pessoas envolvem-se emocionalmente. E, nesses momentos a verdade e os fatos reais perdem a força por crenças e preferências. A opinião e ponto de vista de colegas tem mais valor do que a verdade, os fatos são distorcidos e adaptados para tornar-se mais convenientes para o resultado que se deseja atingir com a comoção geral de pessoas.

fake-news-comunicacao-interna-foto1

Fake News na Comunicação Interna

Infelizmente, o ambiente corporativo também não fica imune e é preciso identificar a fake news dentro das empresas. Olha só onde elas podem surgir:

  • na famosa rádio peão, as conversas de corredor, a pausa para o café;
  • informações pela metade;
  • ou aquela frase que começa com “ouvi dizer que….”.

Esse cenário deixa o ambiente tóxico, contamina colaboradores e prejudica o clima organizacional.

Colaboradores que se sentem desmotivados mesmo com empresas que possuem programas de incentivo, desenvolvimento ou plano de carreira. As metas estão em dia e as vendas de produtos e serviços vão bem, mas sempre tem aquele rumor de demissão que desperta medo nos colaboradores e influencia ambiente interno.

fake-news-comunicacao-interna-foto2

Como combater a Fake News na Comunicação Interna

Se você já presenciou alguma situação em sua empresa, separamos 6 passos para facilitar sua jornada na comunicação interna e combater a fake news no ambiente corporativo:

  1. Ouvir, coletar informações e dados: por mais que você duvide dos fatos apresentados, é papel do responsável pela comunicação interna estar informado sobre todas informações que permeiam os corredores de sua empresa.
  2. Não discutir, nem entrar em embates: o responsável pela comunicação interna deve ter uma postura amigável, acessível e gentil, ainda que não concorde com a colocação e postura do colega.
  3. Questionar, gentilmente, todas as possibilidades: ao questionar o colaborador, você terá uma ideia da quantidade de informações que ele possui sobre o fato e, ao mesmo tempo, até que ponto é um foco de boatos;
  4. Não divulgar nada sem ter certeza: não repasse informações pela metade e sem validar todos os dados primeiro;
  5. Checar todos os fatos, hipóteses e informações com fontes seguras e oficiais da empresa: tenha sempre o cuidado de aprovar com a área em questão todas as informações compartilhadas;
  6. Sempre dar um retorno ao colaborador: nunca deixe um colaborador sem retorno. Ao retomar o assunto com o colega que levantou pontos e compartilhou fatos, o líder demonstra comprometimento com a comunicação interna e atenção com o clima organizacional.

Para auxiliar de maneira correta no combate noticias falsas que se propagam pelas redes sociais, a maioria das empresas e órgãos públicos criaram um canal em seus sites para alimentar o público com informações oficiais. Diferente de um SAC ou ouvidoria, os canais atuais mantem uma comunicação transparente que analisam virais disseminados sobre suas instituições e confirmam a procedência do que é fato ou fake.

Outra possibilidade é a de desenvolver campanhas de comunicação interna para os colaboradores. Com mensagens bastante objetivas e simples, você conseguirá, inclusive, educar o seu colaborador para além dos muros da empresa, ensinando-o a lidar com as fake news nos grupos da família, nas rodas de amigos e nas conversas em geral.

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário

Font Resize