Blog

Sem categoria 09.07.2012

Co-criação revoluciona a forma de se relacionar e se comunicar com os clientes

Criar valor para uma marca e construir novos negócios, ou oportunidades no mercado. Essa é a proposta de um livro feito por pessoas que respiram inovação 24 horas por dia. Business Model Generation foi cocriado por uma multidão de 470 pessoas em 45 países, (incluindo o Brasil) que se esforçam para derrubar modelos ultrapassados e antigos e substituí-los por novas maneiras de fazer negócio.

O livro interessa primeiramente a startups, empresas nascentes que se caracterizam por serem altamente inovadoras. Mas o assunto chama atenção também de organizações de médio e grande porte nos dias atuais, que têm a percepção (ou deveriam ter) de que inovar deve ser uma premissa para a perpetuação de uma marca. Afinal em mercados cada vez mais competitivos, ou a inovação está dentro do negócio ou a empresa está fora do mercado em médio prazo.

O mercado está repleto de obras escritas por estrategistas, mas a colaboração em massa confere a essa obra uma característica única: reunir experiências e opiniões de diversas partes do mundo em algo que parece resumir o espírito empreendedor dos tempos atuais. Um modelo de negócios baseia-se no raciocínio empregado por uma organização, a fim de criar, entregar e capturar valor. A inovação como estratégia é ter a capacidade de continuamente realizar esse processo – capturar, entregar e criar novos valores.

Assim faz sentido que o Relacionamento com os clientes e públicos estratégicos foi considerado um dos 9 pilares da obra. Nesse quesito, traçar estratégias de relacionamento e comunicação pode ajudar a repensar o negócio. Afinal, a comunicação ou o modelo de negócios centrado na organização é uma proposta ultrapassada. Negligenciar a perspectiva dos clientes é um dos erros principais das empresas nos dias atuais. A obra aponta para a mudança de perspectiva e a construção de modelos centrados nos clientes. E clientes para uma empresa inovadora não se resume apenas a parcela atendida atualmente, pode ser novos nichos de mercado.

E isso não se resolve apenas com pesquisa, é preciso considerar a perspectiva alheia ao projetar produtos e serviços ou novos modelos de negócios. Como solução ouvir os Insights daqueles que se interessam pelo tema, de forma mais aberta. A co-criação de valor é uma forma de comunicação baseada na colaboração em massa, que permite a participação colaborativa. Por exemplo, a Amazon convida consumidores a escrever resenhas e opinar, e assim, cria valor para outros amantes de livros. Outras empresas, como a Fiat, permitem aos clientes colaborar em novos projetos. Ou o youtube, que solicita aos clientes a criação de conteúdo para consumo público.

Escrito por Alexander Osterwalder & Yves Pigneur e com um design bastante criativo, o livro propicia a transmissão das ideias principais de forma rápida pelo seu formato simples e bastante visual, esbanjando infográficos como esse que resume as etapas de um plano de negócios. Vale a leitura.

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário

Font Resize