Blog

Comunicação 11.09.2012

Etiqueta Móvel

Para compreender os modos de uso de dispositivos móveis dos consumidores e como eles afetam suas vidas, a Intel encomendou uma pesquisa, conduzida pela Ipsos Observer em oito países, inclusive o Brasil, sobre o tema “Etiqueta Móvel”. Segundo o estudo, mais de 90% dos adultos brasileiros gostariam que as pessoas tivessem mais educação ao utilizarem seus dispositivos em público, embora eles mesmos tenham hábitos considerados inadequados. Os resultados auxiliam na compreensão do comportamento social que influenciam negócios de vários segmentos.

O levantamento revelou que, no Brasil, aproximadamente metade dos adultos e adolescentes compartilha informações online diariamente. “Na sociedade de hoje, a tecnologia móvel está tornando o compartilhamento digital uma atividade diária, como provam os resultados da nossa pesquisa”, afirma Cássio Tietê, diretor de Estratégia e Novos Negócios da Intel Brasil.

O excesso de compartilhamento foi um dos maus hábitos identificados – com, pelo menos, seis entre 10 adultos e adolescentes dizendo acreditar que algumas pessoas divulgam informações além do necessário nas redes sociais. Entretanto, 40% dos entrevistados admitiram compartilhar informações pessoais diversas vezes ao longo do dia. No Brasil, mais da metade dos adolescentes informaram que passam o dia inteiro compartilhando informações online, principalmente fotos – conteúdo compartilhado com frequência por 78% dos adolescentes entre 13 e 17 anos.

Outros assuntos muito divulgados pelos jovens e adultos brasileiros são esportes e música. Quatro em cada 10 adultos compartilham informações online relacionadas a esportes. Os brasileiros também são mais propensos a discutirem músicas pela Internet. Cerca de 70% dos respondentes consomem áudio e divulgam suas preferências online.

Além disso, 57% dos brasileiros se sentem mais conectados às pessoas que divulgam informações sobre suas vidas e se sentem mais ligados à família e amigos por poderem compartilhar e consumir informações online via dispositivos móveis. Já 65% dos respondentes disseram que um dos principais motivos que eles compartilham informações é o de expressar opinião ou fazer declarações, e mais da metade, 54%, compartilha para fazer novos amigos.

Em lugares inusitados

O uso de celulares tonou-se tão comum que o hábito está presente até mesmo nos lugares mais inusitados. Usar dispositivos móveis compartilhar informações é mais comum durante as férias (54%), eventos esportivos (24%), refeições (22%) e hospitais (20%), mas também acontece no banheiro (16%), dentro do cinema (14%), durante um encontro romântico (13%), em igrejas (8%) e funerais (3%). Os conteúdos mais compartilhados pelos brasileiros são: fotos (68%, maior média entre os oito países pesquisados), notícias do dia (49%), recomendações de compras (48%), análises de produtos (47%) e esportes (41%).

Acompanhar essas preferências da sociedade faz parte do trabalho do profissional de comunicação que oferece soluções para seus clientes, inclusive em plataformas móveis, como redes sociais e celulares. Para outras informações e consultoria sobre o tema, contate a equipe da Trama Comunicação. Profissionais multidisciplinares nas áreas de RP DigitalMídias SociaisConteúdoRelacionamento com a Mídia que pode, sem dúvida, fazer a diferença.

E você, o que costuma compartilhar nas redes? Conte para nós!

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário

Font Resize