Blog

tipos-influenciadores-digitais
marketing de conteúdo 17.02.2020

5 tipos de Influenciadores Digitais: qual deles é o mais indicado para suas ações?

Está pensando em trabalhar com Influenciadores Digitais, mas ainda não conhece a fundo qual deles pode potencializar suas ações? Preparei um guia completo explicando os 5 tipos de influencers e o que você precisa analisar antes de incluí-los em sua estratégia.

 

O Marketing de Influência já não é uma novidade no mundo corporativo. Grandes marcas têm conseguido divulgar seus produtos e serviços por meio do relacionamento com influenciadores digitais. Porém, é preciso entender que o grande motor dessa estratégia não é uma categoria homogênea.

Com um universo grande de influencers, você deve se atentar a essas variações para desenvolver ações que se alinhem, ao mesmo tempo, aos objetivos da empresa e ao perfil do influenciador.

 

É preciso uma reflexão profunda sobre a mensagem que a marca deseja passar e o público que deseja alcançar com determinada ação para então selecionar os creators ideais, que podem ajudar a trazer mais qualidade e gerar mais resultados em cada tipo de campanha. 

 

Para ajudar aqueles que precisam de orientações sobre o assunto, selecionamos neste texto cinco tipos de influenciadores digitais que atuam na atualidade, com dicas sobre como identificar o perfil mais indicado para o seu projeto.

 

Quem são os Nano Influenciadores?

 

Eles têm entre 1 mil e 10 mil seguidores. Aqui, conteúdo e audiência são focados em um tema específico. Apesar de não atingirem um número grande de pessoas, o engajamento é altíssimo e o valor pela publicação é menor, além de passarem mais naturalidade ao falar com os seguidores.

Uma opção em projetos com esses creators é incluí-los em uma estratégia de campanha que reúna um grupo de vários influenciadores a fim de obter um alcance maior de audiência. Vale pontuar que muitos deles não têm experiência com publicidade e podem precisar de orientações especiais.

Um exemplo deste tipo de influenciador é o resenhista de perfumes Fragranti, que possui 4.450 inscritos em seu canal no Youtube e pouco mais de 1.100 seguidores no Instagram, canais onde ele fala somente sobre perfumes.

Quando devo trabalhar com Nano Influenciadores?

Indicados para empresas que trabalham em mercados de nicho, como negócios regionais ou produtos/serviços muito específicos, voltados para um público bastante segmentado.

 

Quem são os Micro Influenciadores?

 

Com números entre 10 e 100 mil seguidores, a audiência é muito interessada em seus conteúdos. Buscam monetizar seu trabalho e sua contratação é mais cara em relação aos nano influenciadores. Geralmente, eles são bem relacionados com seu público.

Como exemplo, podemos citar a apresentadora e ativista Chiara Gadaleta, que conta com 68,5 mil seguidores no Instagram e é focada em consumo consciente e sustentável voltado para itens de vestuário.

Quando devo trabalhar com Micro Influenciadores?

A proposta é parecida com a dos nano influenciadores, porém, com maior audiência. São indicados para marcas que buscam um maior engajamento junto ao seu público-alvo, além da conversão de potenciais consumidores.

Uma pesquisa realizada pela Expercity apontou, inclusive, que esse tipo de criador de conteúdo apresenta uma conversão 22,2 vezes maior em relação aos influenciadores macros.

 

mensuracao-resultados-influenciadores-digitais

 

Quem são os Mezzo Influenciadores?

 

Como o próprio nome sugere, são intermediários entre os maiores e os menores, com uma variação de 100 a 500 mil seguidores. Conseguem atingir um número bem maior de pessoas com um engajamento intermediário.

A conta do Instagram Mãe na Massa, por exemplo, possui 305 mil seguidores. Seu foco é mostrar sua rotina como mãe e dona de casa, dando dicas para quem a acompanha.

Quando trabalhar com Mezzo Influenciadores?

Se o objetivo é divulgar algo para um público-alvo que envolve muitas pessoas, os mezzo influenciadores são ideais. Eles conseguem mesclar profissionalismo, confiabilidade e altos números de visualizações.

 

 

Quem são os Macro Influenciadores?

 

Famosos, eles têm entre 500 mil e 1 milhão de seguidores. Um ponto importante é que, geralmente, essas pessoas ganharam fama na internet com o tempo e com base nos conteúdos produzidos.

Costumam abordar alguns temas específicos, mas que interessam a uma quantidade grande de pessoas, como beleza, gastronomia, lifestyle, viagens, humor, saúde, etc.

A ex-VJ da MTV Mariana Lima, conhecida desde a época do Fotolog como MariMoon, têm 749 mil seguidores em sua conta do Instagram. Com um estilo mais alternativo, ela mostra seus cuidados com os cabelos coloridos, suas viagens e situações do dia-a-dia.

Os temas abordados têm sinergia entre si, o que atrai um público diverso, mas com interesses em comum.

Quando trabalhar com Macro Influenciadores?

Indicados quando o objetivo é fazer uma divulgação massiva, que atinja muitas pessoas de uma só vez. O conteúdo produzido por esses influenciadores tem um forte potencial de ampliar a exposição de uma marca, aumentar a repercussão, gerar buzz, etc.

 

 

Quem são os Mega Influenciadores?

 

Celebridades, eles ultrapassam 1 milhão de seguidores. Ao mesmo tempo que passam as informações para uma enorme quantidade de pessoas, o engajamento tende a ser menor, enquanto os valores de contratação são bem mais altos.

Muitas dessas pessoas já eram famosas antes de entrarem nas redes, como artistas de TV, jornalistas, jogadores de futebol etc., enquanto outros estão há muito tempo produzindo conteúdo e ganharam fama ao longo dos anos.

Com uma audiência altíssima e extremamente diversa, o relacionamento deles com o público é mais distante. Ultrapassando 10 milhões de seguidores no Instagram, podemos citar a apresentadora Ana Hickmann como um exemplo de mega influenciadora.

Outro caso é o canal de crítica de cinema Super 8, com mais de 1,5 milhões de inscritos no Youtube, foi criado pelo cinéfilo Otavio Ugá, que não era famoso antes do crescimento de seu canal.

Quando devo trabalhar com Mega Influenciadores?

Aqui, a mensagem-chave é: divulgação em massa! Produtos ou serviços novos, que estão em fase de introdução no mercado e precisam ficar conhecidos por um grande número de pessoas se encaixam bem neste tipo de perfil.

Também são interessantes para divulgar grandes eventos, promoções e produtos fáceis de acessar que estão disponíveis para compra em muitos pontos de venda (no caso do varejo físico) ou que entregam para muitos lugares do Brasil (no caso do e-commerce). É a mesma lógica da TV: divulgação em larga escala para produtos consumidos em larga escala.

 

Bônus!

 

Para facilitar a visualização de forma resumida, baixe essa tabela que organizamos com as informações básicas sobre cada perfil de influenciadores digitais:

E aí, gostou das dicas? Lembre-se de que tudo depende da estratégia utilizada e dos objetivos a serem alcançados pela sua empresa.

Um produto voltado para um público massivo pode trabalhar com nano influenciadores em larga escala, assim como um negócio regional pode usar mezzo influenciadores se isso fizer sentido com o que foi definido dentro da organização.

 

case-arcor-influenciadores-digitaiscase-influenciadores-digitais-arcor

 

 

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário