Blog

Eventos 13.05.2009

13 de Maio – mea culpa

Foi ontem, dia 12, no Teatro Raul Cortez, em evento direcionado a professores, pedagogos e dirigentes de ensino. Lá estávamos para a cobertura da palestra do professor José Ernesto Bologna. O tema era crise de valores na sociedade contemporânea e as correlações com o processo de aprendizagem colaborativa. Ao final das explanações, o palestrante supreendeu a todos ao pedir para que um renomado autor, presente na plateia, afro-descendente e vencedor de vários prêmios, se levantasse diante do público.

Com um abraço silencioso e palavras de carinho, Bologna disse que o Brasil presica resgatar a herança sociocultural deixada pelos índios e negros que, durante séculos, foram oprimidos pelos colonizadores. Foi além. Disse que mais do que ensinar esta parte triste da nossa história às atuais e futuras gerações, o país precisa fazer um mea culpa da questão e refletir melhor sobre como trabalhar em sala de aula tudo aquilo que somos hoje em função do intercâmbio de valores e conteúdos entre raças. “Para mim, esse abraço representa um princípio de aprendizagem colaborativa. Estender as mãos ao próximo, derrubando fronteiras e castas, ajuda a enxergar as diversidades. Às vésperas do 13 de maio, temos que assumir nossas raízes, nosso legado, nossas heranças”, disse o palestrante, aplaudido em pé por todos. A entrevista com Bologna você confere na próxima edição da Revista Super Escola, em julho!

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário