Blog

assessoria-imprensa-ongs
Assessoria de Imprensa 26.03.2021

Como usar a Assessoria de Imprensa para gerar interesse da mídia pelo trabalho de uma ONG

Quer saber como uma Organização do Terceiro Setor pode aproveitar a Assessoria de Imprensa para se destacar e gerar interesse dos veículos da mídia? Veja esse case da Apabex na íntegra!

 

Engana-se quem pensa que para contar com o trabalho de Assessoria de Imprensa é necessário ser uma empresa grande e renomada. O importante mesmo é desenvolver um trabalho relevante e que gere engajamento para a sociedade.

É o caso das ONGs (Organizações não Governamentais) que exercem uma função social muito expressiva e abordam temas que são fundamentais para população e beneficiam milhares de pessoas, conforme as suas afinidades.

Por isso, a Assessoria de Imprensa no Terceiro Setor desenvolve esse papel de mediação e divulgação, a partir de estratégias que buscam estimular o crescimento da ONG e atrair mais investimentos que, por serem iniciativas independentes, precisam de reconhecimento e consequentemente atrair mais capital.

 

O Case Apabex

 

Com base nisso, começamos a desenvolver pautas que mostrassem para a sociedade o importante trabalho realizado pela Apabex – Associação de Pais Banespianos de Excepcionais, nossa cliente do núcleo de Assessoria de Imprensa, instituição que promove atendimento especializado a pessoas com deficiência intelectual adulta.

Focamos todo o trabalho em temas que possuíam apelo e interesse público, indo além da divulgações habituais desse setor de simplesmente promover as atividades que a organização realiza.

 

Estratégia e Plano de Ação

 

A Apabex realiza desde 2002 o Programa de Emprego Apoiado, uma metodologia que visa à inclusão no mercado de trabalho de pessoas em situação de incapacidade mais significativa. Com esse programa a Instituição já atendeu mais de 60 pessoas com deficiência, algumas delas com mais de uma colocação.

 

Temática, Público-Alvo e Aderência à Imprensa

Pensando nisso, desenvolvemos uma sugestão de pauta que mostrou o pioneirismo da Apabex em praticar o Emprego Apoiado. Selecionamos um mailing específico com jornalistas da grande imprensa e de editorias de Carreiras, Recursos Humanos e Terceiro Setor.

Aqui a estratégia do trabalho foi conquistar espaços em poucos veículos, porém em locais que tivessem grande visibilidade e relevância!

 

Storytelling

Após o desenvolvimento do mailing, divulgamos o projeto aos veículos aderentes ao tema, com uma entrevista com a porta-voz do Programa e um personagem beneficiado pelo Emprego Apoiado da entidade e que já trabalha em importante hospital público de São Paulo, conquistando sua autonomia pessoal e financeira.

 

Resultados para Comemorar

 

Após o relacionamento com jornalistas de veículos da grande mídia de todo o Brasil, conquistamos o primeiro importante resultado: o jornal O Amarelinho, veículo impresso de empregos, cursos e concursos de São Paulo, presente há mais de 30 anos na mídia.

 

assessoria-imprensa-ong-terceiro-setor

 

A sugestão de pauta também gerou interesse do jornal Correio Brasiliense, o maior e mais conceituado veículo de mídia de Brasília (DF).

A seção especial Trabalho e Formação desenvolveu a matéria Pessoas com deficiência ainda são excluídas do mercado de trabalho sobre a inclusão de pessoas no mercado de trabalho e concedeu espaço para a Apabex.

O trabalho de emplacar a Instituição na mídia não parou por aí. A apuração de outros temas e ações de relevância desenvolvidas pela Apabex gerou também outros importantes espaços na mídia, como na matéria do Estadão “Pessoas com deficiência têm trabalho ameaçado por projeto do governo” e também na coluna Vencer Limites, do jornalista Luiz Ventura, no Estadão: “Coronavírus: para cuidar das pessoas idosas com deficiência”.

 

Próximos Passos – Como se manter na mídia

 

Para seguir ganhando espaço na mídia é fundamental apresentar aos jornalistas dados relevantes e que mostre o trabalho social desenvolvido pela Instituição.

Lembre-se: uma pauta bem trabalhada pode gerar o interesse de um veículo de grande relevância. Para algumas pautas, a qualidade do veículo vale mais que a quantidade, ou seja, trabalhar com exclusividade e manter relacionamento com determinados jornalistas e veículos, a sua pauta pode virar um case de sucesso e, consequentemente, gerar interesse de outros veículos.

E como desenvolver uma pauta bem trabalhada? A resposta é simples: reúna dados importantes que sirvam de referência e os apresente, mostre seu diferencial, treine o seu porta-voz e o coloque a frente para mostrar a relevância social da sua Instituição.

 

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário