Blog

Sem categoria 10.01.2011

A maçã que promete azedar a torta

Apple quer restringir acesso a conteúdo online de jornais e revistas através do IPad

Cerca de 40 dias do início de sua comercialização no Brasil, o Ipad continua a dominar muitas rodas de conversa e a provocar uma corrida às revendas autorizadas para aquisição do tablet mais famoso do planeta, cuja nova versão deve ser lançada pela Apple ainda no final do primeiro trimestre de 2011, segundo o site DigiTimes.

No entanto, uma maçã podre pode azedar a torta que está sendo preparada e comprometer boa parte da estratégia de vendas do Ipad mundo afora, além de prejudicar as relações com a imprensa. Tudo por que assinantes de jornais não poderão acessar gratuitamente o aplicativo de iPad da publicação, mesmo que o próprio veículo permita.

Segundo o site Apple Insider, várias publicações na Europa já foram avisadas sobre a restrição imposta pela própria Apple, que impede o acesso livre para os usuários do tablet que já pagam pela assinatura de versões impressas dos jornais e revistas. O novo regulamento deve entrar em pratica no dia 1º de abril. E está longe de configurar uma mentira, apesar da data emblemática. Com os apps gratuitos, a Apple acaba ficando sem os 30% que cobra pelas transações na App Store. E essa seria a principal razão da restrição imposta pela fabricante.

No Brasil, o modelo de conteúdo digital liberado para assinantes é comum na internet. Jornais como O Globo, Valor Econômico e Folha de S. Paulo abrem suas edições replicadas na internet. Se estendida a todos os aplicativos de empresas jornalísticas no mundo, a regra da Apple pode impedir a migração do modelo já adotado nas versões online para as versões móveis no tablet. É esperar para ver.

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
  1. Avatar

    Tenho visto os posts já algum tempo, mas nunca tive coragem de comentar! Este é meu primeiro comentário: Virei leitor fiel do blog! valeu

    Responder
Deixe um Comentário

Font Resize