Blog

topo-blog-gestao-crise
Assessoria de Imprensa 27.11.2019

O que é Gestão de Crises?

Há muitas dúvidas sobre o que é, de fato, a gestão de crises. Separamos aqui algumas dicas importantes para você compreender melhor esse termo e aplicá-lo corretamente na sua empresa.

 

Antes de falarmos mais especificamente sobre o que é a gestão de crises, vamos começar pelo significado e a abrangência da palavra gestão?

Para nós, a interpretação mais correta deste termo é o ato de administrar um processo de maneira completa e não apenas sob uma única ótica, circunstância ou procedimento. A gestão implica numa ação que contempla uma análise ampla, avaliando todas as circunstâncias, causas e efeitos de um fato; e não somente o gerenciamento do fato. Concorda?

Então, já ficou mais fácil entender o que é Gestão de Crises, não é mesmo?

 

O que é Gestão de Crises?

A Gestão de Crises implica uma análise ampla avaliando todas as circunstâncias, causas e efeitos de um fato. O trabalho demanda uma visão completa dos fatores de risco, suas causas, consequências e prevê um planejamento preventivo da crise.

Mesmo com a crise instalada, uma análise mais ampla não pode ser descartada, pois o objetivo é identificar onde, como, porque e em quais circunstâncias a crise ocorreu.

Só o conhecimento desses fatores permite controlar e mitigar rapidamente as consequências da crise sobre a imagem e reputação da empresa; e serve como ensinamento para a antecipação de fatores que podem desencadear novas crises.

 

o-q-e-gestao-crise

 

Em resumo…

1- Gestão é termo amplo que engloba a visão completa de um fato.

2- Associar “gestão” com “gerenciamento” é uma solução simplista, limitada. Mas esse assunto vou tratar num próximo texto. Se você quiser saber mais sobre isso em primeira mão, clique aqui e mande uma mensagem para mim 😉

3- Gestão de Crises, portanto, deve ser associada, sempre, à administração de um processo de maneira ampla, analisando os fatores de risco, causas e consequências.

4- Mesmo com a crise instalada, a análise deve continuar sendo ampla, para identificar onde, como, porque e em quais circunstâncias a crise ocorreu.

 

Esses 4 passos permitem controlar e mitigar rapidamente as consequências e efeitos da crise sobre a imagem e reputação da empresa.

Agora que você já entendeu o que é e como funciona a gestão de crises, que tal você dar um passo além nesse processo?

Baixe um e-book que preparamos sobre o tema. Nele você terá acesso a um passo-a-passo super prático para montar um planejamento completo de antecipação às crises. Pare agora mesmo de pensar em crises somente quando elas já estão instaladas e antecipe-se a elas!

Planeje, pense, (re)pense.

Faça gestão!

E depois nos conte como têm sido essa experiência toda por aí 😉

 

Sobre o autor

Comentários:
Fazer um comentário
Deixe um Comentário

Font Resize