Voltar para sala de imprensa

Uso de radares para monitoramento inteligente

Investir em segurança patrimonial é cada vez mais importante e crucial para as empresas e organizações. Seja para evitar situações indesejadas, aumentar a segurança ou para realizar o monitoramento de uma área específica, existem diversas soluções tecnológicas que atuam realizando esse tipo de trabalho – com funcionalidades que atendem tanto no campo quanto nas cidades.

O aquecimento do setor é visto nos dados de mercado apresentados nos últimos anos. Segundo a ABESE – Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança – o setor de segurança eletrônica faturou R$ 9,24 bilhões em 2021, crescimento de 14% em comparação com o ano anterior. Os números refletem o aumento da adesão e vendas de soluções inteligentes durante a pandemia, período em que muitos projetos e produtos foram desenvolvidos e lançados.

Uma dessas soluções é o aparelho de radiodetecção, também conhecido como radar perimetral. Esse equipamento, já conhecido e utilizado por diversos setores e em várias funcionalidades, passou a ser integrado a outros itens que compõem um sistema de monitoramento inteligente, como câmeras speed domes para monitoramento em grandes áreas e que exige imagens de alta qualidade, bem como softwares de segurança eletrônica.

O radar funciona fazendo a varredura por meio das ondas de rádio direcionadas. Todo radar possui uma antena transmissora receptora de sinais de alta frequência, a transmissão ocorre por meio de sinais eletromagnéticos de alta frequência. Assim, esse pulso ao se propagar se alarga e atinge o alvo monitorado; quando isso acontece, o sinal é refletido e a antena atua como uma receptora do sinal. Com a velocidade de propagação do sinal e o tempo gasto para retornar, é possível analisar com precisão a localização do objeto – e com o uso de inteligência artificial, o equipamento consegue analisar a massa para identificar se é uma pessoa ou um veículo.

Monitoramento inteligente em área rural
Para um melhor entendimento sobre como é possível utilizar os radares, é interessante diferenciar por espaço de atuação. Pensando em segurança patrimonial, entre os setores que podem se beneficiar dessa tecnologia temos o agronegócio. São inúmeras as aplicações de radiodetecção, como no monitoramento do perímetro da fazenda, das áreas de plantio e de armazenamento.

E dá para fazer ainda mais unindo soluções que complementam essa vigilância. No caso do perímetro da fazenda e das áreas de plantio, por exemplo, conseguem detectar pessoas a uma distância de até 450m e veículos a 600m, também podem acompanhar o movimento tanto dos automóveis quanto de indivíduos, por meio das ondas eletromagnéticas emitidas.

Benefícios para a área urbana
Já para as cidades, por conta da restrição de espaço aberto, a utilização desse tipo de radar pode ser adaptada para atender outras demandas. Áreas como parques e condomínios, por exemplo, podem usufruir da capacidade de monitorar veículos e movimentação de pessoas e integrando o aparelho de radiodetecção com câmeras speed dome. Essas soluções, sendo gerenciadas por um software de segurança eletrônica, conseguem, por meio de inteligência artificial detectar e diferenciar veículos e pessoas, tornando mais fácil a tomada de ação da equipe de segurança para resolver a situação.

Ademais, os varejistas que possuem grandes centros de distribuição também podem contar com esse tipo de tecnologia, assim como portos e aeroportos. Nesse caso, os radares conectados à uma central de monitoramento, sendo gerenciados por um VMS, como o Defense IA sendo fundamentais para alertar os responsáveis pela segurança.

Integrando tecnologias e aprimorando o monitoramento
Como comentado acima, é possível conectar os aparelhos de radiodetecção a outros equipamentos que melhoram sua utilização – afinal, sem elas esse dispositivo detecta movimentos, mas não realiza um monitoramento ativo. Por isso é interessante contar também com um software de segurança eletrônica, que faz o gerenciamento dos equipamentos de segurança eletrônica, sendo possível conectar com bases de dados para oferecer o videomonitoramento mais completo e seguro possível.

Além disso, outra solução promissora para esse tipo de equipamento – que pode servir tanto para suporte na área rural, como em áreas urbanas – é integrar o radar a um gerador de energia solar off grid, que vai garantir seu funcionamento, mesmo em regiões com eletricidade precária, ou, em caso extremo, de uma tentativa de sabotagem para algum fim escuso.

É evidente que existem muitas possibilidades para utilizar os radares, ficando a cargo da empresa, organização ou governo, pensar na melhor estratégia para utilizar a solução. Saber que existe a capacidade de integrar e conectar a outras soluções traz vantagens ainda maiores para o projeto em questão – e fica a possibilidade de novas soluções serem disponibilizadas, que vão fortalecer e melhorar os recursos de videomonitoramento.

*Por Christian Lemos Botelho

* Christian Lemos Botelho é Analista de produtos e negócios da unidade de Segurança eletrônica da Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias com 46 anos de história.


Fale com a gente

Nossos projetos inspiram pessoas e negócios a se moverem rumo ao futuro. Quer ser um cliente do Grupo Trama Reputale? Entre em contato com a gente!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Somos uma equipe de especialistas em construir engajamento e confiança, e estamos sempre procurando novas habilidades, desafios e oportunidades.

Cultura e Carreira

Deseja trabalhar conosco? Envie seu currículo!

  • Solte arquivos aqui ou
    Tipos de arquivo aceitos: pdf, Máx. tamanho do arquivo: 10 MB.
    • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

    Se você é jornalista ou influenciador digital e precisa conversar com algum dos nossos clientes, temos o canal para isso.

    Conheça nossa sala de imprensa

    Ou então selecione diretamente a empresa desejada: