Voltar para sala de imprensa

Livro propõe políticas pedagógicas para educação de crianças de rua

São Paulo, 30 de setembro de 2004 – As ruas de São Paulo mostram o retrato da pobreza e da exclusão social. São crianças e jovens morando em caixas de papelão, fazendo malabarismos nos faróis e engolindo fogo em troca de centavos. Essa realidade é vista de uma perspectiva mais ampla pelo brasileiro Walter Ferreira de Oliveira, que aborda em seu novo livro, “Educação Social de Rua – As bases políticas e pedagógicas para uma educação popular”, da Artmed Editora, as transformações da vida cotidiana de diversas crianças oprimidas, graças às práticas pedagógicas aplicadas na cidade.

Fundamentada na Pedagogia de Paulo Freire, o texto analisa criticamente o trabalho social, comunitário e acadêmico dos educadores sociais de rua e oferece meios de repensar como fazer a pedagogia mais política e a política mais pedagógica. Para o autor, o título também trabalha a questão da espiritualidade e mostra como politizar as pessoas para acabar com a desigualdade.

A narrativa se constrói a partir do depoimento dos Educadores Sociais de Rua e de alguns personagens que fazem parte do quadro de moradores das calçadas de São Paulo. Em sua pesquisa de campo, o autor detectou a carência, não só material, mas também afetiva como ponto principal para o abandono do lar. “Apesar de quererem as coisas mais básicas, as crianças sentem muita necessidade de carinho. A casa representa um teto, mas acima de tudo significa um lar para elas. O maior motivo da vinda para as ruas é porque elas não se sentiam amadas dentro de casa”, explica Oliveira.

Segundo Oliveira, houve um momento histórico onde se vislumbrou, se não uma solução, alguns caminhos para a questão das crianças de rua. Este momento foi vivido nas décadas de 80 e 90. “O trabalho dos educadores de rua junto às crianças tornou-se um laboratório que, de forma inesperada, gerou uma verdadeira revolução no pensamento pedagógico brasileiro, latino-americano e mundial”, completa.

Entretanto, as crianças de rua foram deixadas de lado, sendo substituídas por outros fatos sociais que despertaram o interesse da mídia e da sociedade. “Muitos projetos criados aqui foram abandonados, esquecidos. Mas em muitos países eles funcionam bem”, argumenta o autor.

Para ele, é a afinidade política que rege a permanência de uma atividade de cunho social, sem falar no amadorismo administrativo. “Dessa forma, fica bastante difícil viabilizar algum projeto”, argumenta. A Educação Social de Rua teve o Brasil como palco principal e contou com o apoio da Igreja Católica, do UNICEF, da Pastoral do Menor e do aporte teórico-prático da Teologia da Libertação.

Sobre o autor
Walter Ferreira de Oliveira é professor no Departamento de Saúde Pública e chefe do Serviço de Saúde Pública do Hospital Universitário na Universidade Federal de Santa Catarina. É natural do Rio de Janeiro onde se formou em medicina e se especializou em psiquiatria. Doutorou-se em 1994 com um Ph. D., após mestrado em Saúde Pública (M. PH. ), pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. Foi bolsista em várias instituições de pesquisa, entre elas CNPq (Brasil), Hubert H. Humprrey Institute of Public Affairs, MacArthur Foundations for Peace and International Cooperation (onde trabalhou com Paulo Freire), entre outras.

Serviço:
Livro: “Educação Social de Rua – As bases políticas e pedagógicas para uma educação popular”
Autor: Walter Ferreira de Oliveira
Formato: 16 x 23 cm
N. de páginas: 224
À venda nas principais livrarias do País ou no site: www.artmed.com.br  

Sobre a Artmed Editora
A Artmed Editora é responsável pela publicação, em português, de livros acadêmicos e profissionais nas áreas de ciências biomédicas, educação e saúde mental. Atua também nas áreas de administração, ciência e tecnologia através da Bookman Editora. A empresa possui mais de 1500 títulos em catálogo, com uma média de 400 novas obras lançadas por ano. A Artmed mantém contratos de exclusividade com conceituadas editoras dos Estados Unidos e de diversos países da Europa e da América Latina. Com matriz em Porto Alegre e filial em São Paulo, a empresa conta com uma eficiente rede de distribuição para todo o Brasil e para Portugal e também efetua vendas via Internet.


Fale com a gente

Nossos projetos inspiram pessoas e negócios a se moverem rumo ao futuro. Quer ser um cliente do Grupo Trama Reputale? Entre em contato com a gente!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Somos uma equipe de especialistas em construir engajamento e confiança, e estamos sempre procurando novas habilidades, desafios e oportunidades.

Cultura e Carreira

Deseja trabalhar conosco? Envie seu currículo!

  • Solte arquivos aqui ou
    Tipos de arquivo aceitos: pdf, Máx. tamanho do arquivo: 10 MB.
    • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

    Se você é jornalista ou influenciador digital e precisa conversar com algum dos nossos clientes, temos o canal para isso.

    Conheça nossa sala de imprensa

    Ou então selecione diretamente a empresa desejada: