Sala de Imprensa

Cietec

Esta é a sala de imprensa do Cietec. Aqui você encontra press releases sobre as novidades da marca, além dos principais resultados em veículos de comunicação e canais de influenciadores conquistados pela equipe de assessoria de imprensa da Trama Comunicação.

Ver perfil

O Cietec, Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, fundado em abril de 1998, tem como missão incentivar o empreendedorismo e a inovação tecnológica por meio da criação, fortalecimento e a consolidação de empresas e empreendimentos inovadores de base tecnológica. O Cietec apoia a transformação de conhecimento em produtos e serviços para o mercado, aumentado a competitividade, oferecendo inserção no ecossistema de inovação, capacitação técnica e de comercialização. Também aproxima o investimento-anjo, capital semente e venture capital, além dos recursos de fomento público. O Cietec é a entidade gestora da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica USP/IPEN, onde são conduzidos processos de incubação de empresas inovadoras, em diferentes níveis de maturidade. Nesses processos, são oferecidos serviços de apoio para demandas nas áreas de gestão tecnológica, empresarial e mercadológica, além de infraestrutura física para a instalação e operação dessas empresas.

Cietec - Fernando Beltrame

Artigo: Você conhece o Frete Neutro

*Por Fernando Beltrame

Cietec - Fernando Beltrame

Fernando Beltrame é CEO da Eccaplan, empresa residente na Incubadora USP/IPEN- Cietec. Crédito: Divulgação .

 

Como sabemos, o frete é o valor que se paga por um transporte de mercadorias. Seu cálculo leva em consideração o cobrimento dos custos operacionais e obtenção de lucro. Mas, será que é possível neutralizar as emissões de carbono emitidas pela queima de combustíveis durante o transporte de produtos? A reposta é sim!

Por meio do Frete CO2 Neutro, selo concebido às empresas que realizam a compensação de carbono, com o apoio a projetos certificados brasileiros de preservação florestal e tecnologia limpa.

Neste artigo, abordarei este conceito, a fim de disseminar formas de se viabilizar ações sustentáveis no cotidiano das empresas.

Emissões de Gases de Efeito Estufa no Setor Logístico

A Emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) ou de CO2 é a principal unidade de medida utilizada para se mensurar o impacto ambiental ou efeito às Mudanças Climáticas de países, cidades, empresas ou pessoas. Dessa forma, a sua quantificação é exigida pelos principais índices, bolsas e ferramentas de sustentabilidade, como: Relatórios de Sustentabilidade ( GRI Global Reporting Initiative), Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), entre outros.

Apenas o setor de logística e transporte é responsável por aproximadamente 14,4% das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) globais e por 30% das emissões de GEE do Estado de São Paulo. A grande representação do setor logístico nas emissões de CO2 no Brasil e no mundo, tem feito diversas empresas assumirem compromissos e metas ambientais, bem como desenvolverem alternativas de modais e combustíveis mais eficientes.

Compromissos corporativos contra às Mudanças Climáticas

Empresas nacionais e internacionais como: Amazon, Best Buy, Apple, Nespresso, VIVO, Unilever, Activas Logística, Schneider Electric, Siemens, Jornal The Guardian etc., já publicaram seus compromissos de redução e compensação de emissões. Não somente empresas, mas também países inteiros estão se comprometendo a ser neutros em carbono, como é o caso do Japão, por exemplo.

Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, acredita que cada empresa tem um papel a desempenhar no combate às mudanças climáticas de furacões a incêndios florestais, já que as mudanças climáticas estão causando impactos negativos muito reais em nossas vidas diárias, ainda mais cedo do que os cientistas esperavam.

Para o recorte logístico, empresas têm buscado o desenvolvimento e uso de combustíveis renováveis, uso de modais mais eficientes e o uso de algoritmos e sistemas cada vez mais robustos, capazes de realizar diversas combinações para se definir a entrega mais eficiente em tempo, custo e emissões de CO2.

Nos EUA, empresas como a UPS conseguem avaliar, inclusive, as conversões mais eficientes para os veículos ficarem menos tempo nos semáforos. Já no Brasil, empresas como a iTrack conseguem integrar diversas plataformas para planejar e acompanhar a melhor roteirização, reportando e resolvendo incidentes praticamente em tempo real.

O Frete Neutro

Cietec - Frete Neutro
Além do compromisso de se desenvolver produtos e operações que impactem menos o meio ambiente, as empresas têm buscado compensar as emissões de CO2, por meio do Frete Neutro, Frete CO2 Neutro ou Frete Neutralizado. O selo Frete CO2 Neutro é concebido a empresas com compromissos ambientais e com ação de quantificação e compensação das emissões de gases de efeito estufa, proveniente da sua logística.

A compensação de carbono ou Selo CO2 Neutro pode ser um diferencial e uma inovação no mercado, porém as empresas devem avaliar suas emissões e formas de reduzi-las, compartilhando este compromisso com seus colaboradores. Reduzir emissões de CO2 também é reduzir custos operacionais, bem como gasto com combustível, por exemplo.

No entanto, antes da realização da compensação de carbono ou neutralização de carbono, é essencial que as empresas avaliem e calculem formas de reduzir e mitigar suas emissões de GEE, com a ferramenta do inventário de emissões, por exemplo.

Com o crescimento das compras on-line e a exigência dos consumidores por produtos mais sustentáveis, a busca por alternativas Frete Neutro tem abarcado diversos setores, como:

Portais de e-commerce, com a opção do cliente ou do portal compensar as emissões de CO2 do frete de entrega.

O portal eCycle (https://www.ecycle.eco.br/frete-neutralizado), por exemplo, possui o frete neutralizado e realiza a compensação das emissões de carbono de suas entregas. Além disso, todos os seus clientes recebem um certificado de neutralização de carbono personalizado, com seu nome, emissões de CO2 proporcionais a sua entrega e o nome do projeto ambiental apoiado.

Sistema de roteirização e logística, que calculam as emissões de CO2 por tipo de veículo utilizado e sugerem a compensação de carbono para os seus clientes.

O roteirizador logístico iTrack proporciona o acompanhamento, em tempo real, das entregas e o cálculo das emissões de CO2 de diferentes modais, dando a opção aos seus clientes de compensar estas emissões, com o apoio à projetos ambientais brasileiros certificados e auditados.

Indústria e empresas prestadoras de serviços, que tem calculado e compensado a Pegada de Carbono dos seus produtos ou, pelo menos, as emissões de gases de efeito estufa corporativas (Escopo 1 e 2 – GHG Protocol).

Na análise de ciclo de vida dos produtos, a distribuição de matérias-primas ou do produto final, emite CO2, e este impacto pode ser mensurado e compensado. Como, por exemplo, a empresa de joias Steph Stein que implementou diversos cuidados ambientais, não apenas em seus produtos, mas também na logística de sua entrega e no engajamento com os seus clientes, enviando o certificado de neutralização de carbono, por e-mail, bem como um comunicado no produto.

Como obter o selo CO2 Neutro

Para conseguir o selo CO2 Neutro, há a necessidade de:

• Quantificar as emissões de gases de efeito estufa (GEE): é realizada com base em estudos desenvolvidos pela Eccaplan e metodologias e indicadores do IPCC, IATA (International Air Transport Association), GHG Protocol, CONPET, Correios e IPC (International Post Corporation);
• Compensar as emissões de GEE: realizada com o apoio financeiro a reduções de emissões por desmatamento e degradação evitados (REDD) e tecnologia limpa, na mesma proporção do impacto ambiental causado.
• Certificado de transparência e rastreabilidade: toda entrega/cliente ou empresa recebe um certificado personalizado com as suas emissões compensadas e o link para acompanhar a ação ambiental apoiada.

Calculando-se a quantidade de CO2 gerado pelas atividades, compensando essa mesma quantidade e apoiando uma ação benéfica ao meio ambiente, há a neutralização desse impacto.

Analisando-se pontualmente as entregas, como exemplificado anteriormente, suas emissões de carbono são relativamente baixas, podendo custar menos de R$ 1,60, por entrega. Entretanto, se considerarmos todo o setor, além do aumento das compensações de carbono, a ação de compensação ambiental tem também grande poder de engajamento com o cliente final.

Portanto, a logística deve ser avaliada não como um setor de alto impacto ambiental, mas sim, como um setor que pode engajar diversas empresas e pessoas, além de alavancar, disseminar e viabilizar diversas tecnologias limpas.

*Fernando Beltrame é CEO da Eccaplan, empresa residente na Incubadora USP/IPEN- Cietec.

O Cietec, Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, fundado em abril de 1998, tem como missão incentivar o empreendedorismo e a inovação tecnológica por meio da criação, fortalecimento e a consolidação de empresas e empreendimentos inovadores de base tecnológica. O Cietec apoia a transformação de conhecimento em produtos e serviços para o mercado, aumentado a competitividade, oferecendo inserção no ecossistema de inovação, capacitação técnica e de comercialização. Também aproxima o investimento-anjo, capital semente e venture capital, além dos recursos de fomento público. O Cietec é a entidade gestora da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica USP/IPEN, onde são conduzidos processos de incubação de empresas inovadoras, em diferentes níveis de maturidade. Nesses processos, são oferecidos serviços de apoio para demandas nas áreas de gestão tecnológica, empresarial e mercadológica, além de infraestrutura física para a instalação e operação dessas empresas.

Sobre a empresa

Empresa: CIETEC

Site: www.cietec.org.br

https://www.facebook.com/Cietec

Atendimento à imprensa

Atendimento: Juliana Tancler

E-mail: julianat@tramaweb.com.br

Telefone: (11) 3388-3045 / (11) 93208-6863

 

Gerente: Lizandra Cardelino

E-mail: lizandra@tramaweb.com.br

Telefone: (11) 3388-3056

Fale Conosco

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.